12º CBA / Local / Conheça Goiânia

Conheça Goiânia

Goiânia, Goiás

              

No centro do Cerrado, a capital de Goiás, Goiânia, é a segunda cidade mais populosa do Centro-Oeste, com cerca de 1,5 milhão de pessoas, sendo superada apenas por Brasília, no Distrito Federal, que está há apenas 209 quilômetros de distância.

Conhecida como a "Capital da Primavera", a cidade foi construída com a prioridade de preservação das áreas verdes e da flora, o que se mantém até hoje na diversidade de parques e canteiros que embelezam as ruas do município.

Saiba mais sobre o clima em Goiânia

Quem visita Goiânia também está acostumado a frequentar o que há de mais tecnológico e recente no que diz respeito à arquitetura. Essa característica ajuda a desenhar ambientes sociais extremamente modernos, como centros comerciais e empresariais, praças, bares e restaurantes.

Conheça alguns pontos turísticos

Mas não é só aos olhos que a cidade fascina. Ao paladar, o município também encanta. Seguindo o seu perfil multifacetado, oferece grande variedade de pratos, como o arroz com pequi, e, também, de guloseimas como a pamonha, iguaria que, embora também esteja presente em outros estados, virou um símbolo de Goiás.

Saiba mais sobre os pratos típicos

Pólo do agronegócio

A composição da economia do Goiás está baseada no comércio de confecções, na produção agrícola, na pecuária, no comércio e nas indústrias de mineração, alimentícia, mobiliária, metalurgia e madeireira.

A agropecuária é a atividade mais explorada e uma das principais responsáveis pelo rápido processo de agroindustrialização observado. Privilegiado com terras férteis, água abundante, clima favorável e um amplo domínio na tecnologia na produção, o Goiás é um dos grandes exportadores de grãos, além de possuir um dos maiores rebanhos do País.

Pelo fato de a sua capital, Goiânia, fazer parte de um importante eixo econômico, ao lado de Anápolis e Brasília, e de estar localizada num ponto estratégico, numa das maiores áreas agropecuárias do mundo, Goiás desenvolveu sua economia de forma bastante dinâmica. 

Hoje, o Estado tenta conciliar seu processo expansivo no campo da agroindústria e pecuária com a preservação do Cerrado.  E nesse ponto, por ter uma produção quase que totalmente sustentável, o algodão se destaca como um dos protagonistas

Onde o algodão brasileiro se reinventou

O Centro-Oeste foi o local que reuniu a cadeia produtiva do algodão, no final da década de 90, para um renascimento. A mudança ocorreu, principalmente, devido ao clima favorável para a produção da fibra e às condições topográficas e de solo ideais para a cotonicultura, aliados ao empreendedorismo dos pioneiros que ali chegaram.

Os resultados foram quase imediatos e, desde então, a produção vem crescendo quase ininterruptamente. Na safra 2017/2018, o Brasil baterá um recorde, com 2 milhões de toneladas colhidas, assumindo, segundo o ICAC, o 3º lugar no ranking dos maiores exportadores mundiais de algodão.