Inovação e Rentabilidade na Cotonicultura

11 congresso do algodão

Maceió-AL 29/8 a 1/9/2017
Centro de Convenções de Maceió

Blog

BLOG

10/04/2017

Congresso Brasileiro do Algodão deverá ser marco para a divulgação da nova fase da Monsanto

Público do CBA vai conhecer a nova marca do algodão Monsanto e os planos de investimentos da empresa no Brasil

O 11° Congresso Brasileiro do Algodão – CBA – evento realizado pela Associação Brasileira do Produtores de Algodão (Abrapa) que, nesta edição, acontece entre os dias 29 de agosto e 1° de setembro de 2017, em Maceió (AL), deverá ser o marco de apresentação da nova fase da empresa Monsanto. No CBA, produtores rurais, técnicos e profissionais do setor algodoeiro vão conhecer a nova identidade visual do algodão da companhia, as estratégias da empresa para a cultura, as dimensões dos investimentos globais a serem aportados em pesquisa e desenvolvimento nos próximos anos e também terão acesso a mais informações sobre a nova tecnologia Bolgard III, recentemente aprovada pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), mas que ainda não estará disponível no evento, pois segue em processo de registro.

Em sua passagem pelo Brasil no final de março, quando se reuniu com os dirigentes da Abrapa, o CEO Global da Monsanto, Hugh Grant, afirmou que, após as aprovações regulatórias, Monsanto e Bayer, juntas, investirão em torno de US$2,5 bilhões em P&D, em âmbito global, em cinco plataformas: melhoramento genético, biotecnologia, biológicos, proteção de cultivos e agricultura digital, para soja, milho e algodão. “Trata-se de um novo impulso, que será muito favorável ao setor”, afirma o CEO para a América do Sul, Rodrigo Santos. No Brasil, a multinacional mantém 22 estações de pesquisa para a agricultura tropical, nas quais atuam 400 pesquisadores.

Ainda de acordo com Rodrigo Santos, o país é um mercado estratégico e o bom relacionamento com a Abrapa torna as decisões da multinacional mais acertadas. “A Abrapa faz um trabalho fantástico na liderança do setor, sendo uma das mais profissionais associações de produtores rurais do Brasil. O trabalho de promoção do algodão brasileiro nos mercados interno e externo, por exemplo, contribui para o desenvolvimento e fortalecimento de toda a cadeia produtiva. Dentre essas ações, destacamos o CBA, um importante vetor de difusão de tecnologia e vitrine do que há de mais novo para a cotonicultura”, afirma o executivo.

Para o presidente da Abrapa e também do Congresso Brasileiro do Algodão, Arlindo de Azevedo Moura, a Monsanto participa ativamente desde o início da moderna cotonicultura no Brasil e o sucesso da atividade está muito relacionado à multinacional. “A empresa é uma parceira de longa data do CBA, e, nesta edição, esta participação será ainda mais especial. Esperamos que seja esclarecedora para o cotonicultor e para toda a cadeia produtiva”, afirma Arlindo Moura.

De acordo com o líder de Negócios em Algodão da Monsanto no Brasil, Eduardo Navarro, o estande da empresa no CBA reflete a nova fase. “Ele já foi configurado nos novos padrões de identidade visual e dispõe de infraestrutura para atender bem à cadeia produtiva e favorecer a difusão de informações. Será equipado com plenário e sala de reuniões, onde apresentaremos a estratégia da Monsanto, reafirmando o nosso compromisso com o setor”, conclui Navarro.

Para saber mais sobre o 11° Congresso Brasileiro do Algodão (CBA), programação, inscrições, submissão de trabalhos, etc., acesse: www.congressodoalgodao.com.br



Acompanhe também facebook twitter

twitter
facebook
instagram

Realização

Apoio

Apoio Científico

Parceiro



Agência de Viagens Oficial

Secretaria Executiva



Cota Ouro

Cota Prata

Cota Bronze



Cota Cobre

Gerenciado por

gruv