Uma das referências brasileiras em sementes de qualidade para as lavouras de soja e algodão, a empresa Girassol Agrícola, pela primeira vez, entra para o rol dos patrocinadores do Congresso Brasileiro do Algodão (CBA). A companhia vai aproveitar a oportunidade do maior evento da cotonicultura para apresentar seu portfólio de produtos e serviços, mirando as decisões do agricultor para a safra 2019/2020. O 12º CBA será realizado entre os dias 27 e 29 de agosto, no Centro de Convenções de Goiânia, com expectativa de público de 1,5 mil pessoas. O congresso é uma realização da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), com apoio do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA) e apoio científico da Embrapa.

De acordo com a CEO da companhia, Neusa Lopes, estar perto do cliente e da cadeia produtiva como um todo foi o que levou a Girassol Agrícola a optar por ter um estande no 12º CBA. “Sempre participamos do CBA com o nosso time, mas este ano elegemos o congresso como ponto alto das nossas ações de marketing. Trata-se de um evento de grande magnitude, que congrega todos os elos da cadeia do algodão”, argumenta.

O fundador da empresa e presidente do conselho administrativo da Girassol Agrícola, Gilberto Goellner ressaltou o crescimento de área plantada com algodão no Brasil e o aumento da demanda por materiais de qualidade. “As tecnologias genéticas estão ao alcance de todos, mas o que faz diferença, no caso da semente, é o trabalho do sementeiro”, explica. A Girassol Agrícola está em constante trabalho para levar lançamentos e genética de ponta para os seus clientes com o padrão de qualidade superior no mercado. A empresa faz parte do quadro de acionistas da Tropical Melhoramento Genética, atuando

conjuntamente na seleção das melhores genéticas para levar o que há de melhor no mercado para os cotonicultores.

A empresa foi fundada por Gilberto Goellner em 1982, na região da Serra da Petrovina, no estado de Mato Grosso. Atualmente, tem três unidades de produção no Mato Grosso, nos municípios de Pedra Preta, Jaciara e Torixoreu, além de produzir sementes nos estados de Goiás, Minas Gerais e Bahia. “O trabalho com produção de sementes nos quatro estados permite à Girassol Agrícola estender seu portfólio de atendimento para todas as regiões produtoras de algodão no Brasil, mantendo o seu padrão de qualidade superior que é entregue ao cliente”, afirma Goellner.

Para o presidente da Abrapa, Milton Garbugio, a presença da Girassol no evento é muito significativa para o congresso. “A semente é o insumo primordial da agricultura. Um erro na escolha pode representar uma safra perdida. O congresso tem como uma de suas finalidades apresentar aos produtores o que há melhor no mercado, com o suporte dos técnicos, de modo que eles tenham subsídios para fazer a melhor escolha. Agradecemos à Girassol por confiar no nosso evento”, conclui Garbugio.

Imprensa Abrapa e 12 º CBA

Catarina Guedes – Assessora de Imprensa